Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Civic Leadership Institute with Duquesne University

Lessons and moments well captured in the US during our Civic Leadership Program with Duquesne University in Pittsburgh, PA
https://drive.google.com/file/d/0ByG3cP3hDP8DT0RGcVdVb1Qyek0/view
Mensagens recentes

João Vembane - YALI MOZ

U.S. Embassy Maputo25 de junho às 12:00 ·  Parabéns João! João Vembane tem cerca 20 anos de experiência de trabalho no sector de Cooperação para o Desenvolvimento em África, conceptualizando, implementando, gerindo e coordenando programas diversos em ONGs nacionais e internacionais. O nosso bolseiro Mandela Washington 2016 para a Iniciativa Jovens Líderes Africanos é um jovem Moçambicano que se a especializa em Ciências Políticas. No seu percurso, desenvolveu significativo entendimento dos desafios da inclusão social de mulheres e homens de grupos vulneráveis tais como: pessoas com deficiências, pessoas vivendo com o HIV/SIDA, Crianças Mulheres e Vulneráveis, etc. Tendo trabalhado em temáticas diversas, tais como saúde, educação, mineração, governação, sociedade civil e economia rural, também tem participado em vários projectos de pesquisa social relacionados com programas de desenvolvimento, análise de políticas e quadro legislativo. Vembane orienta workshops com múltiplos actores; d…

Things that bought my heart at Duquesne University in Pittsburgh, Pennsylvania

It was my first time to travel to the United States of America, a dream that turns into reality for many around the world. Thanks to President Obama for granting me, as well my African young mates, with such an opportunity. Of course, also to the team of the US Department of State (USDS) in Washington, Maputo and throughout Africa as well as IREX and their partners, who have given their efforts for the successful realization of the event.
President Obama launched the Young African Leaders Initiative (YALI) started in 2010 to recognize and support the flourishing critical and increasing role of young Africans in strengthening democratic institutions, spurring economic growth, and enhancing peace and security on the continent (USDS & IREX, 2016). On the other hand the Mandela Washington Fellowship (MWF) begun 2014, as the flagship program of YALI, empowering African youth, like me, through academic course work, leadership training and networking. This year, we are 1000 Young American…

O Empoderamento Económica de Mulheres e Homens com Deficiências: Um Desafios que cabe a Tod@s Membr@s da Sociedade!

Comecemos por recordar que uma mulher ou um homem pobre ou incapacitado na nossa sociedade constitui uma terrível mancha para todo o tecido. Sim, no mínimo deve se esperar que estamos diante de uma potencial fonte de conflitos, para não descartar o peso da vida para essa mesma pessoa. Em 2004, a Organização Mundica da Saúde (OMS), a agência das Nações Unidas para a Educação (UNESCO) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) observam que, "há uma forte correlação entre a deficiência e a pobreza”. Sendo que, segunda estas instituições “a pobreza leva ao aumento da deficiência e incapacidade, o que por sua vez leva a um aumento da pobreza. " De acordo com o Departamento (do Reino Unido) para o Desenvolvimento Internacional (DFID, 2000), 50% das deficiências são evitáveis ​​e estão directamente ligadas à pobreza. Em Moçambique, onde muito provavelmente as mulheres e homens com deficiência perfazem mais de 15% dos seus habitantes segundo estimativas da Organização Mundial da…

A Corrupção em Moçambique: Uma epidemia capaz de dizimar toda uma nação, se não geração

Parece se tornar cada vez mais evidente que o desenvolvimento de Moçambique está a ser assombrado por uma corrupção generalizada e persistente. Podendo ser entedida como um sintoma de desequilíbrios estruturais, a corrupção constitui uma ameaça real, que mina o futuro progresso, o combate á pobreza e o desenvolvimento da ‘Terra Gloriosa… (ou) Pátria Amada’ como lhe apelida o seu hino nacional. Numa tentativa de nos oferecer uma definição mais simples, mas de certo modo abrangente, P. Dininio (2002) a percebe como sendo “abuso de ofício confiadopara (obter) ganhos privados. Em outras palavras, esta definição sugere-nos um senário em que “alguém utiliza a suaposição para se apropriar de benefícios que podem ser em forma de dinheiro ou não… (sendo que este) benefício apropriado fará falta em algum lugar e isso (o apropriar) contribuirá para o empobrecimento de pessoas dependentes destes recursos (apropriados)” (CALDAS & PEREIRA, 2007:18). Não é novidade que, no dia a dia, tod@s mulher…